Release dos expositores

Informe Aegea

Inovações tecnológicas combatem o desperdício de água e aumentam eficiência no setor de saneamento básico

A Aegea Saneamento vai apresentar, no Congresso ABES/Fenasan 2017, ações e programas inovadores que podem ser ajustados às necessidades de diferentes projetos, em âmbito estadual ou em municípios de todos os portes

O combate às perdas de água nas redes de distribuição é um dos principais desafios do setor de saneamento e a Aegea vem investindo fortemente em inovações tecnológicas para realizar mudanças significativas nesse quesito, nos municípios onde atua. No Brasil, deacordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades, o índice de perdas na distribuição de água é de 36,7%. Os números variam, chegando a atingir 70% em alguns Estados do País. Com o intuito de reduzir os indicadores deste problema em suas concessionárias e levar mais eficiência às suas operações, a companhia criou a central de Gestão e Controle de Perdas (GCP), que fica localizada no Estado de São Paulo, em Santa Bárbara d’Oeste.

A iniciativa viabiliza o estreito acompanhamento de toda a rede de distribuição, concentrado em um único ponto de monitoramento, permitindo que a holding centralize a supervisão do fornecimento de água de todas as suas 48 concessionárias e analise, de forma crítica, os dados e informações coletados das redes de distribuição dos municípios onde opera. Assim, o novo centro de perdas pode corrigir possíveis falhas em tempo real. A energia é outro fator relevante supervisionado pela nova área da Aegea, que conta com o núcleo de Gestão de Eficiência Energética (GEE), e tem foco no gerenciamento do consumo de eletricidade nos sistemas de distribuição. A central permite a otimização do gasto de energia elétrica e a padronização de processos.

“Centralizar o sistema e padronizar as análises faz com que as concessionárias trabalhem interligadas, servindo como um setor de inteligência para toda a companhia”, explica Hamilton Amadeo, CEO da Aegea Saneamento.

Antes de criar a GCP, a Aegea já desenvolvia um Programa de Redução de Perdas, que obteve resultados relevantes. Em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, a concessionária Águas Guariroba saiu de um patamar de 52% de desperdício de água, em 2006, para 19%, em 2015. Atualmente, a companhia também está desenvolvendo outras iniciativas voltadas para a resolução do problema, como o Projeto Geia, que será testado primeiramente em Holambra, no Estado de São Paulo, e visa reduzir, significativamente, as perdas, por meio do gerenciamento adequado da pressão da água que circula pelas redes, diminuindo vazamentos e necessidade de reparos.

O sistema propõe um controle de pressão integrado e automático por meio de três recursos: georreferenciamento, modelagem hidráulica e sensoriamento. Devido à criação desse novo método, a Aegea ficou entre as 5 finalistas no HackBrasil 2017, premiação promovida por alunos brasileiros de Harvard e do MIT, que reúne especialistas de diversos ramos com o intuito de resolver grandes problemas nacionais por meio de soluções inovadoras e tangíveis.

O projeto Sewage Máster Plan 2041 (Plano Diretor de Esgoto 2041), desenvolvido para expandir a rede de coleta de esgoto na Região dos Lagos (RJ), a partir de softwares de tecnologia, também foi reconhecido por ser uma iniciativa inovadora. O esforço contribui para a eficiência da operação do sistema de esgotos e, consequentemente, para melhorias na qualidade de vida da população local, ao diminuir o número de hospitalizações por doenças diarreicas e promover a continuação da recuperação do sistema ecológico da Lagoa de Araruama. O programa está, mais uma vez, entre os finalistas do Prêmio Be Inspired 2017, da Bentley Systems Incorporated – empresa líder no fornecimento global de soluções de softwares de modelagens hidráulicas

Aegea na Fenasan

No Congresso ABES Fenasan 2017, que acontece de 2 a 5 de outubro, a Aegea vai expor um conjunto de soluções que garantem eficiência operacional em saneamento básico e correspondem ao ciclo integral da água: captação, abastecimento, coleta e tratamento de esgoto. O destaque é a central de Gestão de Controle de Perdas, estrutura centralizada na holding, destinada a desenvolver ações voltadas à redução do desperdício de água nos municípios onde atua.

A ideia principal da participação da Aegea no evento é apresentar ações que podem ser ajustadas às necessidades de quaisquer projetos, seja em âmbito estadual ou em municípios de pequeno, médio e grande portes. As soluções que serão demonstradas já estão implementadas nas concessionárias da companhia.

Sobre a Aegea

A Aegea Saneamento é uma companhia brasileira que gerencia ativos de saneamento por meio de suas concessionárias em diversos estados do País e atua como administradora de concessões públicas. A empresa atende cerca de 5,4 milhões de pessoas em 48 municípios de dez estados brasileiros. Criada em 2010, se tornou a segunda maior empresa do setor, com 24% do mercado privado de saneamento básico do Brasil. Para mais informações, acesse: http://www.aegea.com.br/

Congresso ABES / Fenasan 2017